1.12.2017

Nomad vs Stumpy

Não, não comprei novamente uma stumpjumper! ...para mim... :-). Mas convenci Mr A a adquirir uma de 2012 em estado imaculado, já com uma Talas de 120-140mm, travões de 200/180mm, com um purgatory à frente e um ground control atrás. E este fds fomos estreá-la para Sintra. Felizmente que levei a Nomad porque o rapaz, vindo de uma rígida, parecia um piloto de DH atrás de mim! Não o levei (ainda...) aos piores locais mas a zonas suficientemente técnicas para ele ter adorado a nova máquina. Que por sinal está ligeiramente mais elevada que o modelo anterior e portanto não batem tanto os cranks (que vem com protecção). Em resumo, uma volta que só pecou por curta mas que deixou antever outras igualmente desafiantes!

Sem comentários: