2.27.2016

Mantos brancos em Sintra






Já que não deu para ir pedalar para a Gardunha... :-)

2.23.2016

Upgrade na travagem - Avid HS1 de 180mm

Vamos lá ver se encontro diferença significativa com mais 2cm de diâmetro.

2.22.2016

Stumpy - primeiros desgastes

Este fds, aproveitando mais uma pausa de chuva, lá foi a Stumpy dar mais uma volta na serra e eu desobstruir mais uns trilhos. Pois nem fiz ainda umas 10 voltas com a máquina e ela já começa a evidenciar uma pequena folga no pivô junto ao pedaleiro e parti a cabeça de um raio da roda da frente. Ok, eu tenho-lhe dado um bom tratamento mas mesmo assim, começa a notar-se que a qualidade do material não é a mesma da Titus.

2.16.2016

Vento! Muito! Muito mesmo!

Com o tempo que tem estado, apenas a DB tem rodado. A minha aversão à estrada é por isso grande; apenas o faço quando as condições estão agrestes o que também torna mais dificil apreciar a coisa. Já para não falar do perigo que representam os carros - ou antes alguns energúmenos que os guiam - a chuva e o vento não são os melhores amigos do ciclista. Fazer troços planos com a mudança 2x4 (tenho transmissão 3x9 de montanha) e em claro esforço - como este domingo - significa um vendaval de atirar árvores ao chão. Não obstante, lá fiz uma volta longa e as pernas aguentaram-se. Ao esforço, aos ventos laterais e aos sustos!

2.09.2016

Bateria defeituosa

E na semana passada fui finalmente estrear as luzes que me ofereceram no Natal. Fortes, iluminam imenso...até a bateria pifar abruptamente no meio de um single-track escuro como breu! Felizmente era plano e eu conhecia-o. De qualquer forma, só deu para parar asap e consegui não ir de encontro a nada, apenas de um susto. Feito um teste em casa, verificou-se que a bateria estava defeituosa e aguardo agora troca.

Manhã de carnaval




Já que a chuva não facilitou o ir pedalar....

2.02.2016

Aos saltos :-)

As pernas estão um pouco melhores mas as últimas voltas tem registado melhorias principalmente na capacidade de executar uns saltinhos :-)). Com muita cautela já me "atirei" a alguns obstáculos que considerava faziveis e todos foram superados com sucesso e um grande sorriso nos lábios. A stumpy com o telescópico tem sido uma grande ajuda e, até ver, a escolha adequada; é que me permite descer na mesma sem comprometer a capacidade de subir. Ora quando vejo a malta do "enduro" a subir em agonia ou mesmo desmontado, não me arrependo de nas descidas não ter mais uns cms de curso ou uma geometria mais favorável.