7.24.2015

O gostar de andar é influenciado pelo local?

6ªf de tarde, finais de julho dá em divagação! Será que eu gostaria tanto do BTT se morasse noutro local? Se ao invés de ter Monsanto e Sintra ao lado de casa (e a zona de Mafra ou Arrábida tão perto), locais que se complementam, eu ainda teria este gosto? Talvez não. Acho que me fartaria um pouco. Por outro lado, os locais onde ando vão influenciando o meu gosto, moldando-o e fazendo-o evoluir. Um dos aspectos que me cativa ainda é ir fazendo sempre tipos de percursos distintos, apurando a técnica, ultrapassando obstáculos, etc.

Dores

Sinto-me meio dorido, braços e pernas cansados. Tenho de ir dar uma volta :-))))

7.16.2015

Volúvel

Eu sei que ainda no último post me "queixei" de mais do mesmo. Mas por outro lado, onde mais conseguimos ter, num Julho seco e num espaço de 500m, um trilho que começa com água, lama e pedras escorregadias e rapidamente se transforma em piso seco e poeirento? Onde os óculos tanto são pouco escuros para travar a luz como de seguida estão embaciados com a humidade? Onde a vegetação tanto escorre orvalho como mais abaixo se apresenta seca?

7.08.2015

Mais do mesmo!

Este ano, por uma série de infelizes coincidências e desencontros profissionais, ainda não se fez a já tradicional "travessia" em grupo. A ver se ocorre em Setembro. O facto é que esses dias diferentes fazem falta à psique dos restantes passeios. Já são muitos meses consecutivos a fazer mais do mesmo, nos locais usuais. Ainda bem que gosto deles caso contrário já estaria bem farto. E portanto as últimas voltas tem sido isso, mais do mesmo!