6.20.2013

Ruídos na sua bike? :-))


A última voltinha de meio da semana foi rápida e a modos que para fazer uma boa acção (chamar-lhe trabalho também já seria exagero :-)). Ao invés da Titus levei uma epic comp 29er que supostamente fazia uns ruídos dificeis de identificar e portanto lá fui eu até Monsanto indagar. Foi a 2ª vez que andei neste modelo confirmando todas as impressões que tinha tido anteriormente. Um pedaleiro 2x10 é para quem tem pernas (fiz as mesmas subidas mas com mais esforço), uma roda 29 "papa" obstáculos melhor mas é menos manobrável e menos precisa (fiquei logo com saudades do meu guiador!), é dimensão para quem tem mais de 1,80m, é mais desconfortável que a minha Motolite e os pneus que habitualmente as calçam são para quem quer rolar, não para quem escolhe as zonas técnicas. Não é definitivamente bicicleta onde eu me sinta bem. Mas lá fiz o diagnóstico aos ruídos e variei um pouco. Menos mal.
Bom, bom, era agora ter de fazer um favor destes a alguém com uma Stumpjumper ou uma Enduro. Voluntários? Prometo que as trato bem :-)))

6.19.2013

Brincadeira de criança :-)

6.18.2013

Curto primeiro, rápido depois.

Isto dos títulos dos "post" começa a ser comos os filmes XXX: o argumento não varia muito mas temos de arranjar sempre algo diferente!
Mas vamos ao que importa relatar.
Sábado passado deu-se uma volta com manutenção por Sintra previlegiando trilhos onde supus haverem mais entraves ou pequenas obstruções. Mas foi satisfatório ter de retirar o serrote do camelbak apenas 2 vezes para uns ramos mais proeminentes; o resto foi pacífico e manual. O tempo consumido em intervenções maiores durante o inverno parece agora compensar. E como no domingo ia haver passeio mais longo o passeio ficou-se por pouco mais de uma vintena de Kms.
Já no domingo, fui com Mr A até à margem sul para uma voltinha clássica de 55Km com inicio em Palmela. Acabámos a fazer essa quilometragem e os cerca de 1200m de acumulado a uma média de 15Km/h o que para mim é excelente! Contribuiu para isso a temperatura amena e uma brisa ligeira que fez com que a volta tenha sabido a passeio e não a prova. Muito bom mesmo. A destoar apenas a mítica descida das antenas que está toda escalavrada e, aparentemente, sem ver manutenção. Ao que parece, a malta da zona não cuida daquilo como se faz em Sintra. E nem é preciso nada de especial, apenas um aparar de vegetação, remoção de pedra solta e amenizar a erosão. Umas horitas e bastava para devolver um pouco de espírito àquele trilho. Fica o repto.

6.08.2013

As nossas revistas da "especialidade"

Já por mais de uma vez aqui me referi à fraca qualidade das nossas revistas da "especialidade". Uma delas, na sua última edição tem esta linda contradição:

- Artigo do 1º teste a uma bike, frase introdutória: "o conceito 29 chegou e pegou de estaca, (...) e as 26 começam aos poucos a desvanecer"

- 4 páginas depois, artigo imediatamente a seguir, 2º teste a uma bike, frase introdutória: "para quem pensa que as bicicletas de roda 26 estão em extinção, desengane-se"

Já estou a ver que os redactores destes textos conversam imenso entre si antes de publicarem estes "statements" :-)))






6.06.2013

Final de tarde

Ontem, final de tarde, passeio rápido mas descontraído em Monsanto. Trilhos a subir, outros a descer, um casal divertido no marmelanço, várias pessoas a correr, algumas bikes, temperatura excelente, divertimento q.b. Banda sonora a condizer? Pode ser esta:


6.05.2013

Regresso a "casa"

Depois da volta reportada nos últimos posts, a Titus fez uma muito agradável incursão de final de tarde por Monsanto (2h sem desencaixar os pedais uma unica vez) e, no sábado passado, uma volta maior em Sintra. Já há um tempito que não calcorreava a serra e, ao contrário do que é usual, a volta não soube bem. Foi com custo (psicológico) que subi estradões e com pouco divertimento que desci. O terreno secou rapidamente o que não ajudou à festa e acho que houve ainda uma pontinha de nostalgia, daquela sensção do "pronto, lá voltámos ao business as usual". Aproveitei para ir verificar o estado de alguns trilhos que uso menos e, ó heresia, escolhi alguns caminhos para treinar subidas. Creio que está chegada a altura do ano de atrevssar o rio e ir dar umas voltas pela margem sul!