10.31.2011

Jersey Raid XO


Finalmente chegou o jersey do raid XO! Está muito bonito com cores que eu gosto e ainda não sei se a manga comprida foi uma boa ou má aposta. Mas para já acho que foi boa, sempre é diferente e pode ser utilizado em ocasiões que não apenas o andar de bike. A estreia será em breve.

10.30.2011

Teste Specialized Stumpjumper FSR


Aproveitando o intervalo dado à Titus, decidi-me finalmente a ir testar a Stumpjumper FSR (de 2010). Tive sempre muitas reservas em fazê-lo pois confesso o receio de a achar muito superior à Motolite e lá ficava eu com um problemas em mãos. Mas não é melhor, é diferente. Claro, não tão diferente quanto a Epic 29er e muito mais o meu género. Mas ainda assim não é a substituta para a Motolite! Essencialmente por um motivo: é baixa!
A configuração semelhante em termos de curso e geometria levou-me a fazer logo os primeiros trilhos com toda a confiança, como se da Titus se tratasse. Foi portanto uma volta em Sintra sem a poupar a nada! Logo na primeira subida deu para perceber que o meu gosto não é compatível com o brain do amortecedor semi-fechado; achei perturbador aquele atraso na activação e toca de o “abrir”. Com ele na posição mais soft aí sim. Ou seja, poderá ser algo muito útil para voltas pouco técnicas e muito longas tipo maratonas. Na primeira descida mais técnica (Torgas) portou-se lindamente mas em drops maiores e nas zonas bem esburacadas (e.g. pista de DH, carrossel) veio ao de cima a sua limitação: a distância do pedaleiro ao solo é significativamente inferior à Motolite. Por mais de uma vez bati com o crank e numa delas com o prato 3. É um facto que para este tipo de trilhos a Specialized tem outros modelos e agora cresceu-me a curiosidade de testar uma Pitch ou uma Enduro (que provavelmente serão um pouco “a mais” do que aquilo que eu gosto :-). Mas voltando à Stumjumper, o reverso da medalha é que esta menor distância ao solo a torna muito eficaz em zonas menos agrestes e diverti-me imenso com ela. Algo que já tinha experimentado quando testei o modelo de 2009 mas desta vez bem mais “espremida”! Em suma, para quem não quer andar a fazer escabrosas mas pretende mais do que só rolar rápido, this is it!
No modelo que testei duas coisas ainda a destacar. Em primeiro os travões avid Elixir CR. Muito potentes! Para uma bike destas creio que nem é necessário tanto poderio de travagem, especialmente à frente. Com o piso bom como estava este sábado, não tive grandes problemas de habituação mas com piso seco estou a imaginar a frente a bloquear (com as respectivas consequências, que o diga Mr LD!). Continuo a preferir a progressividade dos meus Hope M4. A frente vinha também com um pneu purgatory que, tal como os travões, talvez não se justifique. Aquilo é pneu que nunca mais acaba e agarra que se farta, mais ao jeito de uma Enduro. Para ascender do purgatório ao céu, eu optava antes pelo captain 2.0 (tal como o da roda traseira); rola melhor e passa bem por todos os locais onde se leve uma bike destas.
Acho que a vou testar uma vez mais… :-)))

10.28.2011

5 anos de Titus


E este fds a Titus Motolite faz 5 anos. O quadro mais apreciado, usado e abusado que já tive. Mas também muito estimado e merecedor de bons cuidados. Foi graças a Mr G que ela veio parar cá a casa e curiosamente é em casa de Mr G que ela está por estes dias para receber a sua mini-prenda de aniversário e ver se assim desaparece a pequena folga no pivo principal. É assim merecido um duplo, renovado e recorrente agradecimento a Mr G! Trata bem da minha menina :-)

FestivalBike 2011

Na semana passada lá fui a Santarém. Uns quantos Kms calcorreados por entre stands e ficou a sensação de um certame mais pobre que em ocasiões anteriores. Mais focado nas bikes e menos nos componentes e acessórios, talvez um reflexo da "crise". As marcas mais pequenas parecem querer chamar a atenção pelas cores e pelos designs curvílineos mas caindo frequentemente no exagero. Isto do "mercado" exigir rotatividade de produtos tem que se lhe diga. Vi várias coisas que atraem efectivamente a vista mas que, ao pormenor, não me convenceram.
Definitivamente o carbono está em alta bem como as 29er (mas que, na versão rígida, é vira o disco e toca o mesmo). As versões eléctricas para BTT parecem uma coisa anti-natura mas quiçá daqui a largos anos quando não tiver força nas pernas as olhe de outra forma; para já são apenas estética e conceptualmente feias.
Para estrada há muita coisa bonita (linda mesmo) mas é coisa que não me agrada. Já me estou a ver com uma coisa daquelas em vez da Diamond Back nos regressos a casa; para treinar um pouco tinha de ir para Oeiras via Sintra :-)
Na parte urbana há também coisas muito bonitas, sóbrias, elegantes e funcionais. Na realidade, talvez tenha sido esta parte que mais me impressionou (pela positiva, claro).

10.26.2011

Verde e amarelo

Não é um post sobre o Brasil mas sim sobre o tempo que ainda estava este sábado passado, dia do último passeio de Outuno estival. Efectivamente foi um dia lindo com uma temperatura (ainda) fantástica e um facto curioso. Muitas folhas caídas mas numa mistura de cores diferente, uma estranha proporção de verde vivo e amarelo desmaiado. Foi pena não ter a máquina pois dei por mim a ter de me concentrar nos trilhos e não nas "folhinhas" e suas cores, qual Mr TP.
Mas apesar de bonito e saber bem o tempo da semana passada, o desta já fazia muita falta. Menos falta fazia era o vento; lá vamos ter de limpar trilhos de ramos e troncos caídos :-((

10.20.2011

Miúdas nuas 3

Ben Watts - Issue 2 - Part 3 from www.treatsmagazine.com on Vimeo.


E como não há duas sem três aqui fica o último da série!

Miúdas nuas 2

Ben Watts - Issue 2 - Part 2 from www.treatsmagazine.com on Vimeo.


Não seria correcto mostrar apenas a primeira parte do vídeo! :-)

Miúdas Nuas 1

Ben Watts - Issue 2 - Part 1 from www.treatsmagazine.com on Vimeo.


Um video para gostar (ainda) mais de bicicletas!

Uma Venge na mão


Eu nem gosto de bikes de estrada mas ontem estive com uma Venge ali na mão. São 15mil euros de bike deslumbrante, linda com pormenores fantásticos!! É brutal! É a que o pessoal pode ver a partir de amanhã na feira de Santarém mas que foi ontem à MegaAventura (passe a publicidade... :-))

10.14.2011

Titus Motolite forever! (com um obg ao nosso PM!)

Caso houvessem ainda dúvidas na minha mente sobre como a Motolite continuará a ser a minha máquina nos tempos vindouros, ontem o nosso PM dissipou-as!

10.11.2011

Ouuchhh!


E ainda dizem que as descidas é que são perigosas? Pelos vistos a planicie é pior :-)

Intense Carbine


E agora algo de belo - http://www.intensecycles.com/carbine/ - brevemente também disponível numa versão SL mais ligeira e com menos curso! Vale a pena ir ao site ver as fotos todas.

10.10.2011

Ir ver as "propriedades"

No sábado fui fazer uma Sintrada que já há algum tempo que não ia lá. Claro que o propósito principal foi fazer umas boas descidas mas ir verificar o estado dos trilhos é algo que já está inerente à coisa. Já vou sentindo os locais de tal forma que é como ir inspeccionar um terreno que é nosso! :-). O mesmo sentimento que me leva a ficar nervoso cada vez que sinto cheiro a queimado e vejo fumo para os lados da serra; lá vou eu verificar se não há fogo próximo dos "meus" trilhos! E que falta vai fazendo uma chuva! Ainda este fds houve um considerável na zona de Alvados/Moleanos e ainda não consegui saber detalhes sobre a extensão dos danos :-(
Mas em Sintra felizmente estava tudo bem e deu muito gozo a volta, bem técnica mas sem sustos. A Talas RL é que já está também a exibir aquele enrijamento ao fim de umas voltas (que obriga à verificação da pressão a cada 2-3 passeios); começo a convencer-me que não é defeito, é feitio!

Fotos Marvao











10.08.2011

Registo de Manutenção (cabo mudança trás e pedaleiro)

- Pedaleiro limpo e lubrificado (nhec-nhec eliminado :-)
- Cabo mudança traseiro substituído bem como bicha junto ao desviador (já era preciso comer um bife para meter mudanças!)
- Pivô principal do quadro apertado; permanece uma ligeira folga indicando que precisa de casquilho novo)

10.07.2011

Aahhhhh!!!

Não se pense que a ausência de posts significa ausência de pedaladas. Pelo contrário. A semana passada incluiu 3 idas a Monsanto, uma na de estrada e duas para o terreno. Mais para manter a forma e o espírito leve mas muito divertidas mesmo assim. No fds uma brevíssima incursão à praia e no feriado....Marvão :-)))
5 geodésicos e um membro honorário rumaram ao alto alentejo para um passeio de dia inteiro com direito a banhos de rio, bifanas, folhados mistos, trialeiras, descidas e subidas e um excelente convívio. Fantástico como só uma ida a Marvão sabe ser.
(algumas fotos brevemente)