4.28.2011

Antes que venha a chuva...

De acordo com as previsões para hoje, à tarde já haveria chuviscos e no fds vem intensa e misturada com trovões. Com um cenário destes fui fazer hoje um passeio-treino em Monsanto que incluiu tudo o que é single-track e trilhos do meu gosto (a vegetação está bem crescida...ai os meus pobres bracinhos cheios de vergastadas!). Água só incluiu a que bebi e suei, da chuva ainda não há sinais :-)

Todos os dias!

4.26.2011

Jejum

Uma Páscoa sem andar de bike! Até me sinto tonto :-)

4.18.2011

Ok...mas com sorte :-)

Este fds deu dose dupla em Sintra. Sábado foi um giro rápido pelas descidas mais agressivas. Sem paragens, sem problemas, sem demoras, bastante gozo! (e os Dimas estão óptimos :-)). Domingo foi um rompe-pernas liderado por Mr ZL cujo segredo ainda não descobri. Mas como estou em boa forma, desta vez já houve umas subidas em que não o deixei fugir... Noutras fiquei a fazer companhia a Mr D cujo subir de forma é notório. Estes 2 dizem-se amigos mas cá para mim durante a semana Mr D faz a vida negra a Mr ZL e ao fds este vinga-se escolhendo as subidas mais inclinadas e longas de Sintra (ontem fizemos bem uns 1600-1700m de acumulado!). Tudo correu sobre rodas até à última descida em que aqui o je entrou um pouco devagar demais para cima de um shore e descemos os 2 (eu e a Titus) de forma acrobática (*), cada um amparado por um anjinho da guarda :-). Danos? Um raio partido (coitadinha da Titus...!), uma arranhadela no braço e um bom susto em Mr ZL que viu tudo. Moral da história: andar devagar faz mal :-) (*) não, não foi a pique, foi mesmo eu a saltar de cima da bike cá para baixo!

4.15.2011

Ciência e bicicletas

Uma bicicleta que se equilibra sózinha? Ainda veremos o dia em que não seja preciso um miúdo aprender a equilibrar-se em cima de 2 rodas? :-(( In Science vol 332, pg 339: "A Bicycle Can Be Self-Stable Without Gyroscopic or Caster Effects" A riderless bicycle can automatically steer itself so as to recover from falls. The common view is that this self-steering is caused by gyroscopic precession of the front wheel, or by the wheel contact trailing like a caster behind the steer axis. We show that neither effect is necessary for self-stability. Using linearized stability calculations as a guide, we built a bicycle with extra counter-rotating wheels (canceling the wheel spin angular momentum) and with its front-wheel ground-contact forward of the steer axis (making the trailing distance negative). When laterally disturbed from rolling straight, this bicycle automatically recovers to upright travel. Our results show that various design variables, like the front mass location and the steer axis tilt, contribute to stability in complex interacting ways.

Registo de manutenção - Pneu da frente

Mudança do Captain 2.0 2bliss da roda da frente por um idêntico. Durou ligeiramente mais de um ano o anterior. Pas mal!

Diurno com árvore

Tal como planeado, ontem ao final da tarde fui a vez das Titus irem até Monsanto para uma volta-treino rápida. As coisas no entanto não correram exactamente como planeado. Meia dúzia de trilhos galgados e eis que o meu pneu da frente faz um pequeno rasgão lateral que o Notubes não consegue selar. Umas bombadas e lá se foi andando já que para uma volta curta estar a desmontar pneu, limpar, retirar picos anteriores, colocar câmara de ar, não era uma opção apetecível. E a Motolite lá fez mais uns trilhos se bem que com a devida cautela nas descidas e no encalço da sua mana racer-X. Até eu achar que a pressão já estava baixa de mais e a frente demasiado instável e portanto seria no final daquela descida que ia dar mais umas bombadas. Mas foi mesmo nessa descida que a frente teimou em não me obedecer e ir em direccção a uma árvore bem generosa de diâmetro. Eu ainda usei a táctica do futebolista (cabeçada e carga de ombro) mas a árvore teimou em lá ficar. De "recuerdo" deixou-me uma esfoladela no ombro e um bocado de súber agarrado ao capacete. E pronto, achámos por bem que para mim a volta agressiva terminaria aí antes de males maiores. A racer-x continuou e eu fui logo até à Mega mandar aquele pneu para a reciclagem e colocar um novo para amanhã.

4.13.2011

Nocturno sem bifana

Ontem ao final do dia houve volta semi-nocturna em Monsanto mas só pelo asfalto. Eu comecei antes de Mr D e Mr ZL já que, supostamente(!), estou em melhor forma e com mais pedalada. Mas vão lá explicar isso às pernas de Mr ZL.... :-)
Foi curioso ver a Stumpjumper de mr D com rodas e pneus 1.25 mas ele até se aguentou bem com o ritmo e quase não nos fazia esperar no topo das subidas. Acho que foi ao êngodo da bifana e da ginja que não chegaram a concretizar-se :-))

Fun

4.12.2011

Mas no Douro...:-)


A ver se é este ano!

4.08.2011

Pedalar nu...?

É dia 26 de Junho - http://worldnakedbikeridelisboa.blogspot.com/ Será que terá muitos adeptos....? Ou apenas voyeurs...?

Loja Globe - Primeira no Mundo






Primeira loja Globe no mundo! (by and from Mrs L :-)

Campo de Ourique está um bairro mais eclético!

4.04.2011

Fds de intervenção

Este fds foi dedicado a Sintra. Sábado uma volta tardia a solo, misto de reconhecimento do estado de trilhos e alguma (pouca) limpeza. O piso estava bom e deu para fazer umas subidas e descidas bem técnicas. Por duas vezes veio a sensação do "ai que já foste" mas a Titus lá me aguentou em cima. Linda menina! Depois veio a chuva e rumei a casa. No domingo não houve pedalada porque foi dia de intervenção principal. Três "equipas" divididas por trilhos limparam e recuperaram praticamente tudo o que precisa de cuidados maiores. No caso do trilho por onde andei, tiraram-se troncos do caminho, desobstruiu-se o ribeiro em vários locais, refizeram-se pontes, abriram-se zonas de escoamento de água, tudo de forma ordeira, civilizada, deu prazer em ver. Um bom fds para os nossos trilhos!