3.28.2011

Fds misto

Este fds tentei conjugar disponibilidade e condições metereológicas para dar duas voltas sem me molhar nem sujar muito a bike. Assim sábado de manhã aproveitei o excelente estado do piso em Monsanto para visitar tudo que era descida e single-track escapando à chuva em Sintra. No domingo uma volta de asfalto em ritmo forte para queimar o excesso de calorias dos doces da festa da tia :-). Aqui fiquei encharcado mas não foi da água que caiu. A volta de sábado correu bem, alternando entre acompanhar uma epic S-works nos estradões e não me distanciar muito dela nas zonas técnicas (subidas ou descidas; a Titus leva estas coisas muito a peito...:-). E depois num período a solo ainda fui cortar mais um tronco que estava caído no meio do trilho há uns meses. Este era grande, estava suspenso e deu um bocado de trabalho com episódios mais ou menos surreais (destaque para a parte em que o obriguei a rachar pulando em cima dele...). Mas agora já se passa e vai mais um a juntar ao "portfolio" de caminhos abertos e transitáveis.

3.22.2011

Dados da maratona

Estou siderado com a minha impressionante performance na maratona do centro. Pelos vistos éramos 45 na categoria veteranos B (isto dito assim parece uma bocado cota...) e consegui deixar para trás...7! E acabei ali mesmo coladinho ao Gamito, assim 2h20 depois dele, uma insignificância se compararmos com a idade da Terra. Fiz portanto uma média de aproximadamente 12.8 Km/h. Uma seta...no meio das balas :-)

Neve - Rescaldo


Olha eu na neve sem ir contra nada :-))



3.21.2011

Maratona do Centro


Ontem fiz o que considero ser a melhor maratona em que participei - Maratona do Centro 2011. Aqui há uns anos fiz um passeio com a Airbike e não gostei nada. Mr A lá me convenceu a dar-lhes uma nova oportunidade e ainda bem que lhe dei ouvidos. Uma organização fantástica, percurso muito bem delineado e marcado, bastante técnico, com a exuberância dos trilhos do PNSAC, uma experiência óptima não obstante o elevado número de participantes (era a primeira prova do campeonato de maratonas...). Aliás, eram tantos à partida que eu já estava a resmungar entre dentes, tal a minha aversão a multidões. Mas os primeiros Kms rápidos e em terreno largo permitiram logo um bom "spread" e tirando numa subida com pedra húmida onde os menos afoitos emperraram caminho aos outros, nem se deu por haver tanta gente. Os single-tracks bons e rápidos só surgiram já quando não havia aglomerados permitindo-me tirar o maior gozo. Foram 75 Km com 2200m de acumulado feitos em 5h50min o que, para mim, é um ritmo inédito (e as outras 2 Titus-Geodésicas foram mesmo assim, ligeiramente mais rápidas.... :-) . Tive ameças de caimbras nos pés, na coxas, nos gémeos, nas mãos e no antebraço mas fui controlando e acabei fixe. Exausto mas fixe :-)

3.14.2011

Treino

Este fds não me apeteceu ir já dar cabo da transmissão nova da Titus em trilhos que tenho feito n vezes este inverno. Mas como se impunha um bom treino para fortalecer músculos, no sábado lá foi a Diamond Back com pneus 1.75 fazer estrada. E foram quase 100 Kms de Oeiras a Lisboa com passagem pelo Guincho, Azoia, Colares, Sintra, Cascais e ainda 2 subidas a Monsanto (nunca tinha feito Sintra e Monsanto num mesmo passeio :-)). E desta vez nem foram precisas tangerinas, bastou uma queijada no gregório.

Anti-roubo


Fabuloso dispositivo anti-roubo de bicicletas. Só um senão: e se há alguém com uma igual que coloca no mesmo poste...? :-))

3.09.2011

Carnaval fantástico - o relato


Como podem ter depreendido pelo último post, o carnaval coincidiu com o meu aniversário e o fds foi passado na Serra da Estrela. Mais propriamente no Vale do Rossim, alojados nas magníficas Yurts do Ecoresort. Foi excelente. Apanhámos um tempo magnífico, com muita neve no dia de chegada e depois bom tempo que permitiu gozar a serra sem ir contudo aos locais das “massas” (e.g. Torre). Fez-se TT e BTT, bonecos de neve, andou-se de tobogan, atirou-se bolas de neve, comeu-se e conviveu-se. Tudo do melhor.
Muito não seria possível se tivessemos ficado noutro local. Poucas vezes até hoje senti a obrigação de um agradecimento e louvor público ao meu local de estadia. Mas aqui no Vale do Rossim as minhas expectativas foram largamente superadas. A organização, a simpatia, a comida, a cedência das bikes (uma Trek e uma...Specialized, claro :-), os cuidados ambientais, os protocolos com o ICN, tudo 5 estrelas. Júlio, estás de parabéns!!

PS - andar de bike na neve, mesmo sem ser com a Titus, é muito fixe :-))))

Carnaval fantástico - bTT na neve :-)

Untitled from Rui Malho on Vimeo.

3.02.2011

Duas bicicletas

Registo de Manutenção - Transmissão e punhos

- Cassete XT e corrente connex (ao fim de mais de um ano..... :-)
- Prato 1 e 2, lubrificação do pedaleiro
- Cabo mudança de trás
- Roldanas (pulleys) do desviador (as anteriores ainda duravam bastante mas ficam de reserva para uma qualquer emergência)
- Punhos Ritchey WCS

3.01.2011

Sem atropelos

Untitled from Rui Malho on Vimeo.


Um video mais calmo que o último, sem atropelos a ninguém. O último de um "teaser" às Intenses que (não) andam por aí a enferrujar!

Barbárie!


Massa Crítica é uma iniciativa que existe também aqui em Lisboa e visa promover o uso da bicicleta em meio urbano como uma alternativa ao transporte motorizado. E existe em vários outros locais, nomeadamente Porto Alegre no Brasil. Goste-se mais ou menos, não consigo imaginar qualquer justificação para o que este bárbaro fez. É quase inacreditável mas aconteceu mesmo.

PS - Como é óbvio isto é um caso extremo de selvajaria mas é por causa deste diferencial de "massa" entre um carro e uma bike que eu acho que o uso de capacete deve ser obrigatório sempre que se circule em faixa de rodagem!