8.31.2009

My Girls


(Não apenas) para ASG e pedindo desculpa pelo indevido sentimento de posse:

http://www.youtube.com/watch?v=zol2MJf6XNE

(sugere-se também vivamente a audição do album Sung Tongs, para mim o mais harmonioso dos “animaizinhos”)

8.28.2009

Volta ASG

A miúda em finais de Julho escreve-me no blog que ia ter uma semana de férias. Uma semana??? Pázinha, faz hoje um mês!!! Que displicência é essa? Assim é que a gente não se entende!

O homem que nunca sabia a direcção

Ontem ao final do dia estava prevista uma voltinha para descomprimir. Eu como tenho a Titus na revisão ia usar a Intense. Mas Mr ML viu atrasado o regresso a Lx e Mr LD torceu um pé (o que inviabilizou a sua participação e tirou-me a vontade para lhe levar a Intense). Ficou assim unicamente Mr NP que até tinha uma luz nova para estrear. Mas Mr NP não pode andar sózinho! Não é por causa de quedas ou potenciais avarias mecânicas que ele não saiba consertar (ambas as coisas possiveis :-) ). É mais porque o rapaz até no quintal se deve perder! Mesmo em locais que já fizemos dezenas de vezes a probabilidade de ele se perder é razoável. Acho que é a pessoa com menos sentido de orientação que eu conheço. Ou não...! :-)))

8.27.2009

A limpeza de Sintra

Quem tem ido a Sintra verifica o estranho fenómeno de limpeza da mata que por lá ocorre. Já tentei despir a pele do ciclista que usufrui dos trilhos e vestir a do universitário que por acaso trabalha num departamento de Biologia Vegetal mas nem assim vislumbro a lógica da coisa. Num ou noutro caso ainda se imagina o esboço de uma faixa de protecção contra o fogo mas então não faz sentido que não se limpe o solo da carga combustível que lá fica (seca, ainda por cima!!). Noutros, parece que tem havido um cuidado em destruir uma série de trilhos pacientemente abertos pelo pessoal do BTT que, na sua esmagadora maioria só implicam eliminação de acácias (que é uma infestante!!) e/ou pequenos eucaliptos (outra infestante!).
A fase inicial da limpeza começou em janeiro deste ano e na altura a “Parques de Sintra” referiu que se daria início posteriormente à reflorestação com plantas autóctones. Eu confesso que só lá vi ainda ferramenta de desbaste, nada que indicie a dita reflorestação.

Redenção

http://www.youtube.com/watch?v=MEzy5ubg944

8.25.2009

Comparativo


Quase dois meses volvidos sobre o inicio nas lides das 2 rodas com motor, impõe-se um comparativo. Não de performance (um bocado ilógico), mas de estilos e sensações.
Até agora a CBF está a cumprir perfeitamente os seus objectivos. Para além do óbvio (poupança de tempo e combustível), a sua principal vantagem tem sido outra. É que, tirando um pequeno interlúdio com Mr LD, a condução da CBF dá-me tranquilidade e paz de espírito. Só é pena que a exigência de concentração, algo em comum com a Titus, não me deixe abstrair mais para gozar a envolvência, nomeadamente quando se circula na EN6. Complementa portanto a bicla que é muito mais explosão, adrenalina, garra.
A experiência de andar na bicicleta em estrada é muito valiosa porque dá muitas dicas para a condução defensiva que a moto exige (procurar sempre a escapatória, antecipar movimentos caótico-imbecis dos carros, etc). Em contrapartida, o peso da mota faz sobressair algumas características da condução nomeadamente a travagem em curva e o seu efeito na trajectória que são úteis para melhorar a performance na Titus. Mau na mota só mesmo a comunicação com os amigos; não é fácil guiar e esbracejar indicando que aquela ribanceira que se avista lá ao fundo é muito gira, difícil mas que eu já a fiz :-))

8.24.2009

Put your hands up


O seu autor, Sakamoto, descreveu-a como tendo propriedades curativas. Por isso aqui fica um pequeno alívio para os dias menos bons:

http://hypem.com/track/381457/Ryuichi+Sakamoto-Put+Your+Hands+Up

Registo de manutenção - Múltiplos


Depois de mais uma época a tratar-me bem, a Titus precisa de alguns cuidados. Esta semana vai levar corrente e cassete nova, drop-out, punho (o que se rasgou na última queda; este é uma cortesia de Mr ML que tinha um a mais; muchas gracias) e eventualmente pastilhas de travão na roda traseira (parece-me que ainda fazem mais uns Kms mas o meu “consultor” mecânico o dirá).
A roda traseira leva o aro novo e com ele um Jimmy 2.1. A Talas vai à revisão normal.

8.23.2009

Férias09 (IV)

Depois de uns dias de pausa mais dedicados aos banhos de mar, voltámos ao “quintal” de Sintra para um passeio em dia ventoso. Correu bem apesar de umas andorinhadas aqui deste vosso escriba, sempre pressionado por Mr LD. O rapaz não gostou de umas bocas sobre o suposto título de “Mestre” e resolveu puxar dos galões. Se bem que hoje foi mais um caso de demérito meu (não gosto mesmo nada dos pisos ultra-secos!), é apenas justo prestar aqui o tributo. A desforra fica para um dia em que o piso esteja mais favorável. Este novo episódio da “intensa luta de titãs” só teve um espectador (Mr B) já que os outros em boa hora tiveram a premonição que o passeio estava a tornar-se em algo mais escabroso que o normal. Presume-se que tenham chegado sãos e salvos.

8.16.2009

Férias09 (III)


Ahhh, e a CBF voltou a ter companhia. Uma mais elegante, mais ágil. Isto promete :-))

Férias09 (II)

Destes dias não há nada de muito inovador a relatar. O primeiro passeio de férias foi ali para os lados de Alcobaça com o gang. Correu bem, ninguém caiu, ninguém se aleijou e, como começa a ser hábito nestes casos, terminou em alta comezaina. Seguiram-se uns a solo no PNSAC, também sem problemas mas com um furo muito lento na roda traseira. Obviamente (!! não é Mr A? :-)) não ia estar a dar-me ao trabalho de mudar a câmara de ar (ainda não levou o aro novo...); umas bombadas a meio do percurso quando se revelou necessário e já está.
Houve visita ao Caramulo mas pela primeira vez de há uns 6 anos para cá sem bicicleta (o que causou espanto múltiplo no pessoal da estalagem). Fiquei só a ver as trialeiras à distância :-((
Hoje uma pequena e leve sintrada só para descomprimir. Leve, para quem tem praticado já que Mr D se queixou de um suposto ritmo elevado na Titus e na Intense (se a outra Stumpjumper não tivesse ficado a dormir talvez se queixasse também... :-)
Agora vem uns dias em que talvez as 2 rodas se limitem à bike que não tem pedais.

Férias09 (I)


Como explicar a uma mãe que não vale a pena dobrar a roupa da bike pois ela vai ser atirada para um saco, suada, arranhada, amarrotada, etc, etc? Não se explica, diz-se obrigado e pronto.