11.25.2008

House



Temporada 5, episódio 3. Parabéns ao argumentista!

11.24.2008

Cultura Científica


Hoje, dia Nacional da Cultura Científica (*), aconselha-se a consulta dos seguintes sites:
e já agora, aproveitando a embalagem de ontem podem ver também este:
(*) que coitada anda a ser tão mal-tratada não apenas cá mas por esse mundo fora!

11.23.2008

Nem só de BTT...


...se faz um fim-de-semana! Este sábado fizemos um rico passeio na zona de Mafra-Ericeira com umas descidas bem longas e inclinadas, outras rápidas, bastantes subidas, enfim, o menu completo. E por cima desse menu um bom almoço com os amigos. Mr G, Mr A, obrigado por estarem comigo. Já o domingo começou bem cedo com uma voltinha em Monsanto na companhia de Mr B que estava hoje em baixo de forma. Um regresso rápido, uma bucha e uma tarde na foz do Tejo “aprendendo” a arribar, adernar, orçar, cambar e a fazer tangentes ao veleiro da Quebramar (ainda acho que é menos perigoso fazer o DH com a Intense na cola!). E deu para passar pelas brasas no convés. O vento permitiu atingir os 7 nós e desanuviar a cabeça que bem continua a precisar. Aos meus amigos, mais uma vez, um grande bem-haja.

11.21.2008

A menina dança?

http://www.youtube.com/watch?v=modXbqbsAvs

R.S.F.F.

Corolário



Bem, esta não é sobre bikes mas apetece-me mostrar. Para aqueles que nos trilhos vão perguntando aquilo que eu faço fica aqui uma amostra. A síntese de 4 anos de trabalho bem sucedido que surgirá brevemente num pdf com 15 páginas. Mr A_XTR, isto não é apenas saber descer numa bike, vamos lá a ver se vossa mercê também “saca” um destes :-)

11.19.2008

Com calma


Não é ano mas é o dia 3 100 AD. So far so good. Ainda não sei onde será a voltinha de fds mas o tempo parece que estará de feição. Tenho antes de olhar para o travão traseiro pois me pareceu que havia ali uma prisão dos pistões. Se calhar é também tempo de trocar pastilhas; coitada, com a pouca atenção que lhe tenho dispensado até estranho como ela não reclamou ainda. E temos de prestar atenção aos pequenos sinais, mesmo os não óbvios.

11.17.2008

Em regresso

O passeio de ontem foi bom. Nem foi pelo excelente estado do piso nem pela óptima companhia, uma meia dúzia de seis. Foi mais por estar a recuperar um estado de espírito que me permite abstrair de outras coisas e gozar verdadeiramente o passeio. E isso sabe bem. A perda de peso ajuda a compensar a quebra física que ainda sinto; as câimbras voltaram a ameaçar ao fim de uns Kms. Em contrapartida há um maior desprendimento da integridade física e isso leva-me a hesitar menos e testar mais. Foi pena ontem não ter sido dia de Intense; descobri 2 trilhos novos que ela iria gostar....

11.14.2008

Génese

Volto a ter um Yin para complemento. O pedalices fica assim mais dedicado às máquinas e a quem as monta.

11.12.2008

Healing

O passeio de domingo foi uma Sintrada num dia de luz magnífica. Isso e a companhia fantástica ajudam a recuperar algum ânimo. Lá de cima do monge, a vista do cabo da roca ao cabo raso indo quase até ao espichel dão uma perspectiva positiva, de que vale a pena aqui estar e ali ir. E foi bom ficar a saber que os problemas de Mr B agora são com os bifes congelados.

11.11.2008

Festibike


Não posso dizer que gostei muito do festibike apesar de ter gostado de lá ir. Foi porreiro ir com os amigos e ver outros amigos, verificar que este tempo volvido ainda não tenho qualquer desejo de trocar de máquina. Deu para apreciar alguns pormenores de estilo, pequenos componentes para personalizar a bike como as roldanas e parafusos da KCNC. Dar uma voltinha na “estafeta” da Specialized (sem roda livre e com um guiador aí de 50 cm) também teve a sua piada. Já a linha Yumeya da Shimano népias, não havia. Também era dificil lá estar tudo. Nesse aspecto aquilo estava muito bem organizado. Continuo a achar que a maior evolução é mais ao nível dos materiais que do design; neste último capítulo vêem-se coisas horriveis na tentação de inovar. Mas isso não é só nas bikes.

11.09.2008

Yin-Yang


Por imposição de alguns amigos cujo apoio tem sido inestimável o pedalices vai regressar ao activo. Os tempos não tem sido fáceis mas o pedalar (e o que lhe vem associado) tem sido um amparo importante. Apenas nas descidas mais escabrosas e rápidas a mente se consegue verdadeiramente libertar e esses momentos são-me, reconheço, necessários. Infelizmente, com muita pena e algum pânico, preciso de aumentar o Yang e minimizar o Yin deste blogue, apesar de essa ter sido a sua verdadeira génese. O Yang deste fds incluiu visita ao Festibike no sábado e trilhos rápidos no domingo. Os próximos posts serão sobre isso.