7.29.2005

XAUAÍ

E eis chegadas as tão esperadas vacances. Palmela, Marvão Porto de Mós, Monsanto, Caramulo, aí vou eu :-)). Xau aí pessoal e até à reentrée

7.28.2005

Férias menos 2


A 2 dias do inicio das férias é mais ou menos assim que o meu cérebro está a (não) responder. Com este mesmo argumento justificamos frequentemente o não fazer um trilho mais complicado.

7.27.2005

20 MESES


Hoje a minha piolha faz 20 meses. 10 milhões de minutos, uns nítidos, outros mais desfocados. 20 meses em que passaram a ser 2 as pessoas que me vem à memória quando desço mais depressa. A celebração está a ser feita ao som de Antony and the Johnsons - I'm a bird now.

7.25.2005

ESSENTIALS


Vem aí as férias, muitos quê-mês no tejadilho do carro e muitos também a rolar. Importa por isso apetrechar a bagagem com um kit de "spares" esenciais para os desgastes normais e imprevistos. Pastilhas de travão novas, check, pneu suplente, check, magik seal, check, câmaras de ar, check, amortecedor, suspensão e cubos de rodas revistos, check, bomba de ar, check, kit de ferramentas, check, remendos rápidos, check, paciência para pedalar sózinho.........que remédio !!!!

7.21.2005

GRAAL


As desventuras de um amigo em busca do seu quadro-sonho levaram-me a pensar qual o quadro perfeito ? O objectivo é ambicioso demais por isso há que inumerar limites o que é um paradoxo em si mesmo (se está limitado então já não é perfeito!). Além de que a escolha é necessariamente influenciada pelos gostos de quem enumera e não apenas pela técnica. Mas ficam então os requisitos mínimos: (1) ser um quadro de AXC-AM suficientemente leve, rápido e nervoso mas confortável, (2) ser robusto para aguentar toda a pancada logo soldaduras da máxima qualidade e reforços apropriados, (3) ser uma FS que permita um curso generoso à frente e à rectaguarda, (4) ser uma 4-bar-system, verdadeiro ou derivado, mas com pontos de rotação full-proof, (5) ter uma arquitectura/engenharia cuidada no que diz respeito a prestações, passagem de cabos, pintura, acabamentos e finalmente, (6) ser esteticamente lindo. Com isto tudo, há para já 6 candidatos ordenados por ordem da minha subjectiva preferência:
Ellsworth Id, Intense Spider xvp, Titus Racer X, Rocky Mountain ETSX-90, Turner Nitrous,
Specialized Stumpjumper FSR 120.
O candidato 7 (Santa Cruz Superlight) viola um dos requisitos mas é o meu e eu adoro-o e foi escolhido porque não encontrei nenhum a preços simpáticos que cumprisse o requisito 4. De momento, o candidato 8 mostra como a razão e o coração andam muitas vezes desencontrados. Sue me !!

7.20.2005

Das bike


E agora regressado de Viena. Cidade imponente, de simetrias extremas mas com muita assimetria quando o olhar é mais profundo. À volta parece haver bons sitios para o BTT mas também não se vêem grande máquinas pois, como em Barcelona, as 2 rodas são muito utilizadas no dia-a-dia. Com mais estes dias avolumou-se a vontade de pedalar e ter motivos para blogar. Stay tuned.

7.14.2005

REGRESSOS


Eis-me de volta de Barcelona. Parafraseando um post deste blog, é uma cidade de "utilizadores de" bicicleta. Period ! Vi uma loja (rasca) de bikes e, tal como o ano passado, nem uma máquina digna desse nome. Também é compreensível num local onde elas são utilizadas não para fins recreativos mas essencialmente como forma de locomoção. Há também muitas motos e carros. E no meio daquela confusão o que mais ? Civismo ! Pois é, peões, bicicletas, carros e motos a conviverem. Quase quase como cá.
No próximo fim-de-semana segue-se Viena e vão apertando as saudades de uns "gandas trilhos". Para mais, este domingo há um pessoal amigo que vai fazer um PIKINIKE ao pé de grandes descidas. E eu só a vê-las passar !!!!

7.08.2005

1 OUT OF 3

Na 2f a bike foi para a MegaAventura, a mamã para o arrábida e eu fiquei só com a filhota. Amanhã vou só com a bike para parte ainda incerta. Na próxima semana ficam para trás filhota e bike e vou só com a mamã para Barcelona que as paixões tem de ser bem distribuídas.
Hasta pessoal.

DAWG


Tenho uma "oferta" de uma Kona Dawg por um preço até bem fixe. A Dawg é uma máquina supostamente intermédia entre o XC puro e o freeride. Ou seja, não é carne nem peixe. Tem 100mm à frente, componentes "Koski" (?!) e uns Hayes fracotes. Reconheçamos que seria uma traição à Superlight-Hope-Thomson-Talas, um bocado passar de cavalo para...cão !

7.07.2005

Bicicleta de recados

Na minha bicicleta de recados
eu vou pelos caminhos.
Pedalo nas palavras atravesso as cidades
bato às portas das casas e vêm homens espantados
ouvir o meu recado ouvir minha canção.

Na minha bicicleta de recados
eu vou pelos caminhos.
Vem gente para a rua a ver a novidade
como se fosse a chegada
do João que foi à Índia
e era o moço mais galante que havia nas redondezas.
Eu não sou o João que foi à Índia
mas trago todos os soldados que partiram
e as cartas que não escreveram
e as saudades que tiveram
na minha bicicleta de recados
atravessando a madrugada dos poemas.

Desde o Minho ao Algarve
eu vou pelos caminhos.
E vêm homens perguntar se houve milagre
perguntam pela chuva que já tarda
perguntam pelos filhos que foram à guerra
perguntam pelo sol perguntam pela vida
e vêm homens espantados às janelas
ouvir o meu recado ouvir minha canção.

Porque eu trago notícias de todos os filhos
eu trago a chuva e o sol e a promessa dos trigos
e um cesto carregado de vindima
eu trago a vida
na minha bicicleta de recados
atravessando a madrugada dos poemas.
(Manuel Alegre)

7.05.2005

AS MIÚDAS


Por vezes o que para nós é um conhecimento adquirido, para outros é uma incógnita total. Vem isto a propósito de constatar como há graves lacunas na identificação de elementos do sexo oposto que são (deveriam ser?!) referências de qualquer BTTista nos “thirties” que se preze. A lista (e as razões) é curta e subjectiva pelo que outras entradas são bem-vindas.

Paola Pezzo – Para ver força e formosura num único corpo.
Gunn Rita Dahle – Para ver as bikes espanholas com outros olhos.
Anna-Caroline Chausson – Para ver o que é descer.
Calendários da marzocchi – Para ver na parede da garagem (na falta utilizar o da Pirelli que é também de finíssimo gosto).
Tracey Thorn – Só para ouvir cantar que para ver não é famoso .
TATU – Só para ver o videoclip “All the things she said” mas sem som!
Jenna Jameson – Para a ver nos pósters de suspensões (e só aí que isto não é um blogue brejeiro).
Angelina Jolie – Para ver no cinema.
Pamela Anderson – Não é para ver, só para dizer mal, claro... !

7.04.2005

ESPAÇO


Os extremos não se tocam. Podem estar infinitamente próximos mas existe sempre uma distância, um espaço. Entre peças móveis, como as que ligam um amortecedor ao quadro da bike (olhais), também existe um espaço que, com o tempo e uso, pode degenerar em folga. E mesmo numa bike de montanha, uma folga superior ao espaço entre 2 letras neste post é perceptível, tal a sensibilidade que já adquirimos.

PS – Este quinto elemento não tem nada a ver com a Mila Jovovich. A Mila o M. Conhece, certo ?

7.01.2005

Os modernos Eanes de Gomera


Alguém se lembra de quem é este senhor ? O português mercenário/pirata companheiro de aventuras do Sandokan. Junto com o herói bengali estes dois eram uns "piratas justos", uma espécie de Robin dos Bosques ou Zé do Telhado em mares asiáticos. Actualmente temos comportamentos mais "soft" e os saques fazem-se com o eMule e o Kazaa. Trocam-se percursos de GPS, procuram-se mapas em que os tesouros são os single-tracks e o X marca local de queda. Confesso que não tem a excitação que eu lia nos livros do Emilio Salgari e via na TV.