3.27.2017

Trilhos rejuvenescidos


Com esta chuva não apeteceu andar pelo que se foi cuidar!



3.21.2017

Trilhos novos

Para assinalar a nova "década", tenho andado a fazer uns trilhos novos misturando com clássicos de sempre. O conjunto mais assinalável situa-se na zona de Óbidos onde uma associação local (ADN - A-dos-Negros) montou uma série de percursos de enduro de nível 5 (tantas quantas as PECs da prova que ali efectuaram). Fantástico! Como não pude lá ir no fds da prova, fui este com Mr Psicobiker e divertimo-nos à grande. Além de fazer de guia tenho de lhe agradecer a cedência de uma roda traseira para a Nomad já que a minha estava na revisão. E depois da endurada, houve umas voltas em Monsanto para apreciar devidamente o trilho do javali. Como diria o outro, "ganda nóia"! Agora é aproveitar a pausa dos dias úteis para rever a Nomad que se está a tornar...viciante :-)))

2.25.2017

Achados arqueológicos! (lá ao fundo, obviamente - Museu de Odrinhas) :-))

2.23.2017

Titus recuperada

Tudo funcional! Ufff :-))

2.21.2017

Drop out!

A Titus estava quietinha há muito de forma que aproveitei a "sessão de formação" de Mrs L. em Monsanto para ir fazer uma voltinha rápida mas extensa. A ideia era aproveitar ao máximo o tempo seco e esperar por um piso óptimo. Na realidade, o piso estava um pouco mais pesado e enlameado do que esperava e não consegui aproveitar o máximo dos trilhos pois ao fim de 2h um ramo traiçoeiro enfiou-se no desviador deixando o dropout neste lindo estado! Uma das roldanas do desviador também se foi, a caixa ficou um pouco torta e o linguete que faz o esticamento do desviador entortou. A volta só não saiu mais cara porque já consegui desencantar um desviador de modelo idêntico, avariado mas em peças distintas. E com 2 fiz 1. Quanto ao dropout, lá vou ter de encomendar mais um!

Nomad - limpando e pulando

Voltas em Sintra com a Nomad. Alguma manutenção, aperfeiçoamento de saltos, tudo ok com a máquina.

2.16.2017

Uma nova aventura!

Caminhos da Lua


E 2017 marca o início de um novo projecto -http://www.caminhosdalua.pt

2.09.2017

Limpar e pedalar

Tem-se feito poucos Kms mas tem-se cuidado bastante. Já que o piso não tem estado propício às grandes aventuras nem a arriscar muito, intercala-se com o remover de ramos caídos, a reparação de travessas e a limpeza de escoamentos.

1.30.2017

Contrastes

Depois da aventura da semana passada, o "regresso" à zona de conforto!

1.23.2017

Tróia-Sagres (em formato original)

Há cerca de 7 anos fiz em bicicleta de estrada o "clássico" Tróia-Sagres. Não fiquei com vontade de repetir mas algum tempo mais tarde, tive a ideia de o voltar a fazer no formato originalmente pensado pelo seu criador (Malvar): em bicicleta de BTT, apenas com pneu fino. Foi uma ideia ténue e sem grande entusiasmo mas que um desafio/pedido de Mr A possibilitou. E este sábado lá foi a Diamond Back fazer companhia à Van Nicholas.
7 anos volvidos, com uma bike de menor performance, fui mais rápido que há 7 anos. E escrupulosamente metódicos! A partida prevista às 9h ocorreu às 9h; dos 60 min previstos para paragens, prescindimos de 2; e fizemos os 200km do percurso em 7h57min, menos 3 do que o planeado! Isto apesar do frio amenizado pelo sol que nos acompanhou sempre. A recuperação foi feita com bifinho, peixe grelhado, tinto e branco e pela companhia das nossas maiores (únicas... :-) ) apoiantes! Tudo somado, um grande fds. Mas tal como há 7 anos, não me imagino a repetir :-)

1.19.2017

Rolando

Hoje, 1h10 min de rolo, para as pernas não se esquecerem que este sábado vão ter muito que dar ao pedal!

1.12.2017

Nomad vs Stumpy

Não, não comprei novamente uma stumpjumper! ...para mim... :-). Mas convenci Mr A a adquirir uma de 2012 em estado imaculado, já com uma Talas de 120-140mm, travões de 200/180mm, com um purgatory à frente e um ground control atrás. E este fds fomos estreá-la para Sintra. Felizmente que levei a Nomad porque o rapaz, vindo de uma rígida, parecia um piloto de DH atrás de mim! Não o levei (ainda...) aos piores locais mas a zonas suficientemente técnicas para ele ter adorado a nova máquina. Que por sinal está ligeiramente mais elevada que o modelo anterior e portanto não batem tanto os cranks (que vem com protecção). Em resumo, uma volta que só pecou por curta mas que deixou antever outras igualmente desafiantes!

1.06.2017

Registo de manutenção (Nomad) - cabos e bichas (frente)

Cabo shimano e bicha jagwire, lubrificação do manípulo X9